Como perder peso comendo - Bem Estar e Saúde

Como perder peso comendo

Você se alimenta, ou alimentava com comidas hipercalóricas e com poucos nutrientes? Acompanhe este artigo e descubra como perder peso comendo.

Os nutricionistas americanos criaram uma expressão, “calorias vazias”, para se referir a alimentos deficientes em nutrientes e fibras. A obesidade é o maior problema de saúde do mundo ocidental e tem despertado a atenção de governos e organizações sobre ele.

A obesidade dobra o risco de mortalidade, e suas sequelas são um sério desafio para os médicos. Indivíduos acima do peso são mais propensos a morrer precocemente por diversos motivos, incluindo doenças do coração e câncer.

Quem tem pais obesos tem dez vezes mais chances de se tornar obeso.

perder-peso-comendo-família-gorda-02

O que determina a obesidade, segundo estudos, é uma combinação de más escolhas alimentares, sedentarismo e predisposição genética.

12 Problemas causados pela obesidade:

1 – Redução da expectativa de vida

2 – Diabetes tipo 2

3 – Hipertensão

4 – Artrite degenerativa

5 – Doenças da artéria coronária

6 – Câncer

7 – Distúrbios lipídicos

8 – Apneia obstrutiva do sono

9 – Infiltração de gordura no fígado

10 – Cálculo biliar

11 – Doença pulmonar restritiva

12 – Doenças gastrointestinais

O que engorda?

O que faz tanta gente engordar não é o fato de comer muito, mas o fato de que boa parte das calorias consumidas vem de gordura e carboidratos refinados e de alimentos com poucos nutrientes.

perder-peso-comendo-gordos

Essa dieta pobre em nutrientes cria um ambiente celular favorável ao aparecimento de doenças.

Independentemente do seu metabolismo ou genética, você pode ter um peso normal desde que inicie uma dieta rica em nutrientes.

A principal vilã é uma dieta cheia de alimentos com pouca fibra e muita caloria — como óleos e carboidratos refinados – e pouca atividade física.

Porque muitos não conseguem emagrecer?

Há quem prefira não saber sobre os perigos de sua dieta insalubre porque pensa que estudar o assunto vai interferir em seu prazer de comer.

perder-peso-comendo-pizza3

Quando precisamos desistir de algo que nos dá prazer, nosso subconsciente prefere ignorar evidências sólidas ou ainda defender posições sem sentido para preservar o objeto de prazer.

Seria muito mais fácil se nos fossem transmitidos desde pequenos a importância científica de consumir nutrientes e os hábitos alimentares saudáveis.

Alimentação infantil

Há uma quantidade considerável de dados indicando que se alimentar mal na infância tem mais impacto na incidência de certos tipos de câncer do que se alimentar mal em outras fases da vida.

Uma criança acima do peso desenvolve doenças cardíacas mais cedo. Dados sobre a mortalidade sugerem que estar acima do peso no começo da vida adulta seja mais perigoso do que se isso ocorrer anos depois.

Remédios não resolvem

A cada dia, a indústria farmacêutica cria novos medicamentos na tentativa de amenizar nosso comportamento alimentar. O mais frequente é tratarmos as doenças depois que os danos aparecem.

Laboratórios e pesquisadores tentam desenvolver e comercializar remédios capazes de frear a epidemia de obesidade. Esse tipo de raciocínio está fadado ao fracasso.

Os médicos aprendem já na primeira aula de farmacologia que todos os remédios são tóxicos, só varia o grau. Os professores de farmacologia enfatizam que isso nunca deve ser esquecido.

O corpo sempre paga um preço pelo consumo de remédios. Se queremos proteger de fato a nossa saúde, temos que eliminar o agente causador. Temos que parar de nos maltratar com comidas que causam doenças.

Pessoas magras vivem mais

O Nurse’s Health Study é um estudo que acompanha dados de saúde de milhares de enfermeiras para avaliar fatores de risco para o câncer e doenças cardiovasculares.

Os pesquisadores desse projeto examinaram a relação entre o Índice de Massa Corporal (IMC), a mortalidade geral e a mortandade por causas específicas em mais de cem mil mulheres.

Depois de filtrarem a análise, ficou claro que as mulheres mais magras eram também as que viviam mais.

Mas como perder peso comendo?

Há muitas maneiras de perder sem deixar de comer. O importante é evitar ficar com fome e insatisfeita. Para isso você precisa se alimentar corretamente, senão a fome fará com que você desista dos seus planos rapidamente. Vou te mostrar como fazer isso de maneira simples e eficaz.

O plano delineado aqui:

Reduzirá seu apetite de forma significativa.

Fará você perder peso sem passar fome.

Melhorará sua saúde metabólica ao mesmo tempo.

Aqui está um plano simples de 3 etapas para perder peso comendo.

Corte de açúcares e amidos

A parte mais importante é reduzir os açúcares (se possível, eliminar seu uso) e amidos (carboidratos). Estes são os alimentos que estimulam a secreção de insulina acima do necessário.

Creio que você já sabe, a insulina é o principal hormônio de armazenamento de gordura no corpo.

Quando a insulina diminui, a gordura tem um tempo menor de ação e o corpo começa a queimar gorduras.

Outro benefício da redução da insulina é que seus rins eliminam o excesso de sódio e água do corpo, o que reduz o inchaço e o peso desnecessário da água.

Não é raro perder até 10 quilos (às vezes mais) na primeira semana comendo desta forma, tanto a gordura corporal quanto o peso da água.

As pessoas que usam dieta low-carb podem comer normalmente, porque comem corretamente! Aqueles que restringem sua dieta à redução de gorduras e calorias, acabam com fome, além da baixa eficácia.

Corte os carboidratos, reduza a insulina e você começará a comer menos calorias automaticamente e, o melhor, sem fome.

Simplificando, baixando sua insulina você coloca a perda de gordura em “piloto automático”.

Coma Proteína, Gordura e Legumes

Cada uma de suas refeições deve incluir uma fonte de proteína, uma fonte de gordura e vegetais. Construir suas refeições desta forma trará automaticamente a sua ingestão de carboidratos para a faixa recomendada de 20-50 gramas por dia.

Fontes de Proteínas:

Carne – Carne, frango, porco, borrego, bacon, etc.

Peixe e Marisco – Salmão, truta, camarão, lagosta, etc.

Ovos – Omega-3 (ovos enriquecidos são os melhores).

A importância de comer proteína não deve ser exagerada. Todo exagero trás consequências indesejáveis. O limite deve ficar entre 80 a 100 calorias por dia.

Dietas ricas em proteínas também podem reduzir os pensamentos obsessivos sobre os alimentos em 60%, reduzir o desejo de lanches noturnos pela metade e torná-la tão satisfeita que você automaticamente comerá 440 a menos calorias por dia… Apenas adicionando proteína à sua dieta.

Quando se trata de perder peso, a proteína é o carro chefe dos nutrientes.

Lista de Legumes:

    • Acelga
    • Aipo

    • Alface
    • Brócolis

    • Couve-flor

    • Couve-de-Bruxelas
    • Espinafre

    • Pepino
    • Repolho

Lista completa aqui.

Não tenha medo de encher seu prato com esses vegetais com baixo teor de carboidratos. Você pode comer vegetais a vontade sem passar o limite de 20 a 50 carboidratos líquidos por dia.

Uma dieta baseada em carne e vegetais contém toda a fibra, vitaminas e minerais que você precisa para ser saudável. Não há necessidade fisiológica de grãos na dieta.

Fontes de Gordura:

Azeite, Óleo de coco, Óleo de abacate, Manteiga, Banha.

Comer de 3 a 4 refeições por dia. Não tenha medo de comer gordura. Tentar fazer dieta low-carb e baixo teor de gordura ao mesmo tempo é uma prática desaconselhável. Ela vai fazer você se sentir fraca e abandonar o plano.

A melhor gordura para cozinhar é o óleo de coco. É rica em gorduras chamadas Triglicerídeos de Cadeia Média (MCTs). Essas gorduras são melhores do que quaisquer outras e podem aumentar ligeiramente o metabolismo.

Não há nenhuma razão para temer essas gorduras naturais, novos estudos mostram que a gordura saturada não aumenta seu risco de doença cardíaca.

Para ver como você pode montar suas refeições, confira este plano de refeição low-carb e esta lista de receitas com baixo teor de carboidratos.

Faça exercícios 3 vezes por semana

Você não precisa se exercitar para perder peso, mas é recomendável. A melhor opção é ir para a academia de 3 a 4 vezes por semana. Fazer um aquecimento, exercícios (à sua escolha) e, em seguida, alongamento.

Se é sua primeira vez na academia, peça orientação. Ao exercitar-se, você vai queimar algumas calorias e evitar o seu metabolismo de abrandar, que é um efeito colateral comum ao perder peso.

Estudos sobre dietas de baixo teor de carboidratos mostram que você pode até ganhar um pouco de músculo enquanto perde quantidades significativas de gordura corporal.

Se fazer exercícios numa academia não é uma opção para você, faça alguns exercícios mais simples como correr, nadar ou caminhar; isto já é o suficiente.

Continue no Blog:

Se você quer saber mais sobre como perder peso sem passar fome, leia também Como a Rosi Emagreceu 43KG e Transformou a Sua Vida.

ARTIGOS RELACIONADOS

A importância de uma alimentação adequada

Você quer emagrecer definitivamente?

Como emagrecer comendo

25 benefícios surpreendentes da perda de peso

Voltar à Página Inicial

Deixe um Comentário

* Indicar Campos Obrigatórios